Conecte-se Conosco

natal

Enrocamento da Praia de Ponta Negra aguarda licença ambiental

Publicado

em

 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Projeto prometido para melhorar um dos principais cartões postais de Natal e do Rio Grande do Norte, o enrocamento de Ponta Negra e a engorda da praia ainda dependem de licenças ambientais.

A Licença-Prévia (LP) para o enrocamento tem vencimento nesta quinta-feira (11), mas segundo a Prefeitura do Natal, já foi alinhado com o Instituto do Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema) que o aditivo para obtenção de uma segunda licença, que possibilitará o início das obras. Esta etapa do projeto possui orçamento de R$ 23 milhões.

“Como o Idema pediu essa condicionante, tivemos uma reunião e alinhamos que não haverá problema quanto a essa licença prévia, até porque foi uma nova exigência do órgão”, aponta o titular da Secretaria de Infraestrutura de Natal (Seinfra), Carlson Gomes.

Tribuna do Norte

Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 10 =

natal

Carlos Eduardo avisa: “Serei candidato contra o PT e vamos derrotar nas urnas”

Ex-prefeito de Natal anuncia candidatura em 2024, afirma que está aberto ao diálogo com todos e reclama do PT em 2022.

Publicado

em

Por

Carlos Eduardo avisa: “Serei candidato contra o PT e vamos derrotar nas urnas”

Carlos Eduardo avisa: “Serei candidato contra o PT e vamos derrotar nas urnas”. “Enfrentaremos sim o PT, respeitaremos, mas vamos derrotá-los nas urnas. Entramos numa campanha para vencer, sem medo de perder, serei candidato contra o PT”, afirmou o presidente do PSD em Natal, Carlos Eduardo Alves, ao confirmar que será pré-candidato à Prefeitura Municipal em 2024, caso o partido assim o decida. Ele falou sobre seu relacionamento político com a governadora Fátima Bezerra (PT), de quem ainda se considera aliado, e do prefeito Álvaro Dias (Republicanos) e que está aberto ao diálogo com todas as forças e partidos políticos do Estado, com foco nas eleições municipais do próximo ano.

Carlos Eduardo afirmou que foi prejudicado durante a campanha eleitoral. “Prevaleceu a chapa “Farinho” Fátima Bezerra e Rogério Marinho. Eu achava que Fátima não precisava dos prefeitos para ser governadora do RN, porque eles já iam votar em Fátima e Lula mesmo. Eu chegava numa cidade e o prefeito estava na porta. Carlos Eduardo não fala e os carros de som não entram. E, em muitos municípios, o carro de som da governadora não citava meu nome.

Quando ela falava, citava meu nome, mas o eleitor gosta de ver o candidato falar, mas os prefeitos não me deixavam falar. O MDB tinha 38 prefeitos, 37 votaram em Marinho”, disse.

Carlos Eduardo avisa: “Serei candidato contra o PT e vamos derrotar nas urnas”
Carlos Eduardo avisa: “Serei candidato contra o PT e vamos derrotar nas urnas”

Ele disse que Fátima estava ciente do que acontecia nos municípios do interior, mas que não se arrepende de ter participado da campanha. “Eu já fui candidato a governador contra o PT, MDB, os Alves, os Maias, Wilma, mas, pelo menos, eu comandava a campanha. Eu chegava em um município e falava. Essa foi a pior campanha para mim. Eu simplesmente não tinha o direito de falar, não tinha o direito de propaganda. A campanha era dos prefeitos e eles estavam ali para cumprir seus compromissos com Rogério Marinho.

Não quero pôr em dúvida o apoio e desejo da governadora em me ajudar, mas como a majoritária aceitou o formato da campanha ajudou Rogério”, desabafou. O ex-prefeito falou ainda que, com relação à campanha feita pelo ex-candidato ao Senado Rafael Mott a (PSB), enfrentou outra dificuldade. “O projeto de Rafael era um projeto pessoal, individual, ele queria ser um candidato messiânico.

Leia Também: Prefeito de São Paulo do Potengi usa mais da metade da receita para pagar folha.

A candidatura dele não foi fruto de discussão, de alianças políticas. O eleitor do PT politiza[1]do sabia que era um projeto pessoal. Agora, teve muito fogo ami[1]go. Ele não tirou nenhum apoio de Rogério, só tirou meu. Uma divisão, dois prefeitos votaram nele, dois, em mim”, disse.

Questionado sobre a sua pré-candidatura para 2024, ele reafirmou que só fala sobre o tema no próximo ano, pois acredita ser muito cedo ainda para tocar no assunto, que ainda não es[1]tá definido. “Agora é hora de estruturar o partido, é hora de dialogar com os demais partidos. Eu, por exemplo, tenho toda a liberdade independência de dialogar com todos os parti sem fronteira, sem nenhum preconceito ideológico. Nós somos independente e temos toda a liberdade de conversar, como estamos conversando e vamos conversar com todos aqueles partidos políticos que a gente tiver condição de dialogar”.

Continue Lendo

natal

A FARRA DAS VERBAS DE GABINENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.

A FARRA DAS VERBAS DE CABIMENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.

Publicado

em

Por

A FARRA DAS VERBAS DE CABIMENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.

A FARRA DAS VERBAS DE GABINENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL. O pagamento é previsto em lei, mas todos os vereadores tem usado a verba de gabinete e não tem prestado contas. O portal da transparência mostra que a Câmara de Natal gastou quase 1,5 milhões, em um intervalo de cinco meses, sem prestar nenhum tipo de contas.

Um verdadeiro tapa na casa do ministério público e dos órgãos que zela o erário público. O portal Natal Hoje tentou contato por e-mail com a assessoria de imprensa daquela casa, mas até o fechamento desta matéria nenhuma solicitação de pedido de informação feita por nossa redação foi respondida.

Leia Também: Em Macaíba tem umas coisas que são quase inexplicáveis.

O ministério público precisa ser provocado, pois é o dinheiro do contribuinte que está em jogo e a sociedade merece uma resposta. Aproveitamos para deixar aberto o espaço, caso algum vereador queira falar sobre o assunto.

A FARRA DAS VERBAS DE GABINENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.
A FARRA DAS VERBAS DE GABINENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.
A FARRA DAS VERBAS DE GABINENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE NATAL.

Continue Lendo

natal

Aumento da tarifa da passagem de ônibus revolta população de Natal

Reajuste está em análise e será submetido ao Conselho de Mobilidade, mas ainda não existe previsão de quando.

Publicado

em

Por

Aumento da tarifa da passagem de ônibus revolta população de Natal

Aumento da tarifa da passagem de ônibus revolta população de Natal. Enquanto a população ainda digeria a não conciliação entre Prefeitura e Seturn sobre o aumento da frota do ônibus da capital e melhorias no serviço, o prefeito Álvaro Dias, em entrevista à uma emissora de tv, o mesmo afirmou que a tarifa de ônibus de Natal passará por um “reajuste importante”. O gestor não citou valor nem data, mas foi o assunto da terça-feira entre os usuários do sistema de transporte coletivo.

Para a professora, Amanda Moraes, 30, o reajuste não condiz com o serviço de mobilidade urbana ofertado em Natal: “Está horrível, temos que esperar mais tempo para o ônibus chegar.

O ônibus que antes passava a cada 15 minutos, hoje já não passa mais, estou há mais de 20 minutos e o meu transporte não passou”. Além disso, ela ressalta a falta de melhorias nas condições dos transportes reforçando que não faz sentido ter aumento da tarifa, sem benefícios para a população: “Ônibus sempre cheio, por vezes o acento está quebrado. Se pelo menos tivesse uma melhoria, mais ônibus para rodar ou um rigor nos horários dos transportes, mas nem isso tem. Álvaro Dias está fazendo um descaso. Tem a questão das paradas também, algumas não têm cobertura, assentos, a gente tem que ficar várias horas em pé aguardando os ônibus. De fato, ele não está olhando com bons olhos para a população.

Reajuste está em análise e será submetido ao Conselho de Mobilidade, mas ainda não existe previsão de quando.
Aumento da tarifa da passagem de ônibus revolta população de Natal

A estudante de Educação Física, Marta Maia, 18, também se revoltou ao saber que vem aumento das passagens por aí: “Eu acho muito injusto esse aumento, sou moradora do Planalto e só tem dois ônibus para lá, a população que vai para aquela zona é muito grande. Esse aumento não tem sentido, para onde estará indo esse dinheiro? Para os ônibus que não é!

Leia Também: TSE anula votos do PSDB, Larissa perde mandato e Marrom assume.

Onde eles estão colocando esse dinheiro?”, questiona a estudante que também aponta a falta de diálogo entre os gestores responsáveis pela mobilidade em Natal: “Álvaro Dias se isenta de tudo, não só da passagem, mas de tudo em Natal. Os governantes deveriam agir em favor da gente, porque eles nos representam, mas isso não acontece na prática, isso é só na teoria, porque eu acho que eles estão representando mais os empresários e os seus interesses do que da população”

Atualmente, a tarifa de ônibus em Natal é de R$ 3,90 (no cartão) e R$ 4 (em dinheiro). Por meio da assessoria de comunicação, a Prefeitura de Natal confirmou que o assunto das tarifas está em análise e ainda será submetido à avaliação do Conselho de Mobilidade antes de uma decisão. Não há prazo, nem previsão de quando isso deve acontecer. Já o SETURN, limitou-se a in[1]formar que o reajuste da tarifa não foi tratado na audiência de conciliação ocorrida na última segunda-feira (8).

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ultimas