Conecte-se Conosco

Brasil

Campanha de Bolsonaro no RN terá largada próximo sábado.

Publicado

em

Campanha de Bolsonaro no RN terá largada próximo sábado. Rogério Marinho afirmou, inclusive, que vai propor ao presidente Bolsonaro que priorize a campanha nos grandes centros urbanos do país, pois precisa ganhar as eleições, enquanto aqui “vamos fazer a nossa parte, não tenho dúvida de que vamos aumentar a sua votação no Rio Grande do Norte”.

Para reverter o quadro das eleições no primeiro turno, no Estado, em que Bolsonaro contou com 31,02% dos votos válidos contra 62,98% dos votos ao ex-presidente Lula, o novo senador eleito potiguar ressalva que “acabou a eleição proporcional e só temos duas candidaturas, os prefeitos sabem como foram ajudados, sabem a diferença de tratamento que o [atual] governo federal assegura”.

Rogério Marinho disse que no domingo (02), a primeira pessoa para a qual ligou foi para Bolsonaro, a quem prestou solidariedade, “elogiando a atuação que teve” e se colocando à disposição “para realizar o trabalho de levá-lo novamente à Presidência da República”. 

Segundo Rogério Marinho, as urnas “nos colocaram na oposição [no Estado]” e pretende “liderar esse grupo de oposição, com a conveniência e permissão  dos pares, deputados federais, estaduais e prefeitos que seguem nossa orientação”. “Faremos uma oposição construtiva à governadora Fátima Bezerra (PT), o que for bom para o Estado contará conosco”, disse, durante entrevista à rádio Jovem Pan News Natal.

Agora, acrescentou Marinho, “é evidente que não teremos uma adesão sectária como ela espera e pediu ao longo de três anos e meio, não vamos permitir mais e aceitar que o Estado continue nessa inércia, letargia, quem está perdendo com isso é a população norte-rio-grandense, vamos trabalhar muito para que esse segundo mandato da governadora  seja um mandato em que pelo menos ajude o Estado sair da situação em que se encontra”, disse, na entrevista à Jovem Pan News Natal.

Rogério Marinho disse, ainda, que já ligou para ao menos 40 prefeitos e deputados eleitos, falando sobre a campanha no segundo turno. “Pedi reforço para declaração pública de voto para aumentar percentual dado ao presidente em cada município do Estado”, destacou o senador eleito.

O ex-ministro argumentou que, tradicionalmente,  as lideranças políticas do interior, “com medo de contaminar suas candidaturas proporcionais, nunca fizeram o embate, nunca combateram a narrativa, porque é mais conveniente e mais cômodo eleger o deputado estadual, o deputado federal e deixar para lá o presidente da República, porque a vida é uma questão local, o cara está mais preocupado com o que está acontecendo no seu município”. 

Campanha de Bolsonaro no RN terá largada próximo sábado.
Campanha de Bolsonaro no RN terá largada próximo sábado.

Mas  Rogério Marinho afirma acreditar no melhor desempenho de Jair Bolsonaro no segundo turno, pois  os prefeitos “estão vivendo momento extraordinário, não se encontra um prefeito que não esteja com sua folha de pagamento e fornecedores em dia, porque o presidente da República disse o seguinte: ‘Mais Brasil e menos Brasília’. E ele fez, não foi só discurso de campanha”.

Segundo Rogério Marinho, o que acontecia na época do PT “era os prefeitos de pires na mão, mendigando recursos para resolver os seus problemas mais comezinhos, os menores, hoje os prefeitos estão independentes”. “Isso não vai acontecer no segundo turno, agora no dia da eleição não estava em todos os lugares, vários prefeitos não pediram votos, agora vão pedir, vamos trabalhar pra vencer com  10% a mais de votos  para contribuir com a eleição de Bolsonaro no Brasil inteiro”, disse.

Leia também: Ministro do TSE nega registro de Lagartixa, eleito com 88 mil votos

Com relação à votação que obteve nas urnas, afirmou que o momento é de agradecer. “O momento agora é de gratidão. Essa palavra é muito forte, porque exprime uma série de sentimentos. Gratidão pelo reconhecimento, reciprocidade, lealdade do povo do Rio Grande do Norte e de centenas de lideranças políticas que foram respeitadas no processo eleitoral. Nós fizemos uma campanha limpa, propositiva, uma campanha de uma prestação de contas do que tivemos oportunidade de empreender como deputado, como ministro, como personalidade pública”, destacou. “A nossa voz ecoou, foi ouvida e as urnas falaram, acredito de verdade que há uma enorme responsabilidade que hoje carrego de representar o Rio Grande do Norte na Câmara Alta, no Senado Federal”, afirmou.

Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =

Brasil

Reoneração de combustíveis vai elevar preço da gasolina em 69 centavos o litro.

Publicado

em

Por

Reoneração de combustíveis vai elevar preço da gasolina em 69 centavos o litro.

Reoneração de combustíveis vai elevar preço da gasolina em 69 centavos o litro.

Reoneração de combustíveis vai elevar preço da gasolina em 69 centavos o litro. O governo do presidente eleito Luiz Inacio Lula da Silva anunciou por meio do seu ministro da fazenda Fernando Haddad que os tributos federais sobre o combustível estarão de volta a partir de janeiro, com isso o preço da gasolina tende a disparar, de acordo com levantamento do centro Brasileiro de infraestrutura (CBIE), com os novos tributos sobre os combustíveis, os preços subiram da seguinte maneira:

Gasolina: R$ 0,69 por litro

Etanol: R$ 0,26 por litro

Diesel: R$ 0,33 por litro

Na ultima terça-feira 27, o futuro ministro de governo de Lula, Fernando Haddad, chegou a afirmar que Lula não teria aceitado a prorrogação da medida provisória do atual governo federal que isenta o pagamento do PIS e Confins sobre combustíveis, ambos são tributos federais.

Leia Também: Servidores do RN vai passar o natal e o ano novo sem o pagamento do 13º, um presente de Natal da Governadora Fatima Bezerra.

A isenção foi uma maneira encontrada pelo presidente Bolsonaro no ano passado para frear o aumento de combustíveis no Brasil e também reduzir preços para o consumidor, diante do impacto socio econômico que o país sentiu pela guerra na Ucrânia, tendo sua validade estendida até o final deste mês.

Ainda de acordo com Haddad, o governo eleito não achou viável prorrogar a isenção, porque segundo ele, Lula precisaria de mais tempo para analisar os impactos sofridos pela medida. Mas afirmou que após uma analise detalhada da situação, a isenção poderá ser retomada, mas não especificou data, nem se realmente de fato esta medida retornará um dia.

Continue Lendo

Brasil

PT pretende vender “kit posse” por 100 reais na esplanada dos Ministérios.

Publicado

em

Por

PT pretende vender “kit posse” por 100 reais na esplanada dos Ministérios.

PT pretende vender “kit posse” por 100 reais na esplanada dos Ministérios.

 

PT pretende vender “kit posse” por 100 reais na esplanada dos Ministérios. O partido dos trabalhadores está preparando cerca de 10 mil kits para a posse do presidente eleito  Luiz Inácio Lula da Silva da  por um valor unitário de 100 reais no próximo dia 1º de janeiro.

 O referido kit posse terá uma camiseta, um copo, uma tolha grande e outra pequena, além de uma estrela e bandana com referencias ao evento. Tais produtos serão comercializados por duas lojas ligadas ao partido dos trabalhadores na esplanada dos ministérios.

Leia também: SARGENTO GONÇALVES ELEITO DEPUTADO FEDERAL FAZ PROTESTO DURANTE DIPLOMAÇÃO.

A cúpula Petista também está promovendo uma espécie de vaquinha online que vai ajudar os militantes petistas ir para à posse.

Os recursos que serão arrecadados na venda dos kits e na vaquinha deverão ser usados para ajudar na organização de um evento pelos 43 anos do partido dos trabalhadores, que acontecerá no mês de fevereiro em Brasília. Segundo informações o partido dos trabalhadores pretende fazer um evento que comemora o aniversario do partido ainda maior que os anos anteriores e aproveitará a empolgação com a vitória de Lula. “Teremos um evento com muitas surpresas”, disse a secretária de Finanças do partido dos trabalhadores, Gleide Andrade. A posse do presidente Lula acontecerá em primeiro de Janeiro de 2023, às 16hs, horário de Brasília.

Existe a expectativa de um grande evento e o evento receberá caravana de todas as partes do Brasil. A nossa redação seguirá acompanhando.

Continue Lendo

Brasil

Chefe da Policia Rodoviária Federal investigado por bloqueios em rodovias é exonerado.

Publicado

em

Por

Chefe da Policia Rodoviária Federal investigado por bloqueios em rodovias é exonerado. O presidente da República Jair Messias Bolsonaro exonerou na manhã deste terça-feira (20) o diretor-geral da PRF, Silvinei Marques. Este diretor é alvo de uma investigação por improbidade administrativa onde virou réu. Marques usou sua conta pessoal em novembro deste ano nas redes sociais para pedir votos para Bolsonaro durante o segundo turno das eleições e comandou a Policia Federal durante os bloqueios as estradas no segundo turno.

A exoneração do renomado policial federal foi publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União (DOU) e conta com a assinatura de Ciro Nogueira, ministro chefe da Casa Civil.

Chefe da Policia Rodoviária Federal investigado por bloqueios em rodovias é exonerado.

Chefe da Policia Rodoviária Federal investigado por bloqueios em rodovias é exonerado.

Ainda não se sabe o motivo que levou Bolsonaro a exonerar Marques, pois como falamos anteriormente, o policial federal é um aliado próximo do presidente, e que se tornou réu depois de declarar apoio ao presidente Bolsonaro e pedir votos para o presidente nas suas redes sociais.

Leia também: COFRES DE SUPERMECADO DE NATAL É ARROMBADO POR CRIMINOSOS NA MADRUGADA DESTA SEGUNDA-FEIRA.

A ação que Marques é réu, foi promovida pelo ministro Alexandre de Morais, que chegou a convocar Marques na sede do TSE para dar esclarecimentos a certa das declarações. Marques chegou a fazer propaganda para o presidente Jair Bolsonaro nas suas redes sociais, declarando apoio ao atual mandatário da republica e fazendo campanha. Apesar da demissão, o presidente Jair Bolsonaro não quis dar detalhes desta decisão e o policial Federal Marques também não quis comentar o acontecido.

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ultimas